À Volta de Borba

Alentejo

A Horta Vermelha é em Borba, na região do Alto Alentejo, numa zona que muitos chamam a "Provença" de Portugal. Está apenas a umas dezenas de quilómetros de Évora para Oeste, de Elvas para Leste, entre dois importantes locais de Património Mundial da UNESCO: a 10km de stremoz, 26km de Elvas, 4km de Vila Viçosa, 50km de Monsaraz, 55km de Évora, ou a 70km de Portalegre.

As vastas planícies do Alentejo (com a área próxima de um país como a Bélgica) espalham-se desde o Algarve até Lisboa. É uma paisagem de intermináveis planícies pintadas de oliveiras, sobreiros e grandes vinhas. Segundo muitos, ainda é o último destino maravilhoso por descobrir na Europa.





O Alentejo é um idílio rural, com lugares históricos e pitorescos pintados de cal, inspiradores castelos no topo de montes e céus estrelados imperdíveis. Muito deste património (que inclui sítios de Património Mundial) merece ser visto, sentido, cheirado e provado.

É também uma região de produção agrícola significativa, com vinhos da melhor qualidade e azeite singularmente bom. O seu turismo está ainda a abrir-se para o Mundo, mas muitos de longe já o descobriram e apaixonaram-se por um novo sítio para viver.

Nós temos o papel de lhe mostrar isto e de vos trazer até aqui, como viajante responsável.


As Estações e as Cores

Os campos tomam cores incrivelmente diferentes, entre cada estação, num cenário Mediterrânico ensolarado que faz lembrar vistas de África, debaixo de céus de azul profundo.

Na Primavera, as flores silvestres brotam com harmonia e bela profusão. Os prados e montes suaves ficam tapetados das cores de uma pintura Impressionista – papoilas, malmequeres, botões-de-ouro, ou do roxo da soagem, no meio de muitas outras.

No Verão, o sol e o calor transformam os olivais e os montados em verdes profundos, enquanto as vinhas mantêm as suas folhas com um verde vivo, escondendo uvas sumarentas. Os campos adquirem uma mágica e bela cor amarela dourada.



Os dias de Outono trazem cores agradavelmente quentes e repousantes, com tons de vermelho, amarelos e verdes. As vinhas vermelhas parecem que ainda mandam no cenário.

As noites de Inverno são saboreadas no seu melhor no conforto de um fogão de sala, descansando de um dia no exterior, nos gloriosos dias de sol! Nesta altura do ano verá mais terra e ervas pequenas. As copas das oliveiras parecem formar bolinhas fofas, no meio das vinhas dormentes e nuas.





Borba

As Casas estão mesmo nos limites de Borba, numa estrada de campo.

A parte mais antiga da cidade, no seu centro, é constituída de casas medievais pintadas de cal, entre ruas estreitas. As laranjeiras são pontos ao longo das ruas principais, nos passeios feitos de mármore branco. Também há belos tesouros do Barroco e a impressionante fonte de mármore no Parque da Cidade.

A cidade é muito próxima de Évora, Património Mundial, muitas adegas de reconhecimento mundial, dum Parque Natural (São Mamede), do Grande Lago (Alqueva) e de magníficos palácios e castelos (Vila Viçosa, Estremoz, Evoramonte, Avis, Elvas, Monsaraz).



Nas manhãs das quintas-feiras e dos domingos pode sempre aproveitar os produtos locais dos agricultores no muito popular mercado, no centro de Borba. Nos sábados de manhã, em Estremoz  (a 10km) também há um mercado de antiguidades e comidas na praça central, tão vibrante e colorido quanto imperdível.

As Casas têm a felicidade de estar também muito perto de um excelente supermercado, à distância de uma caminhada. Outros pontos de importância (farmácias, bancos, correio, etc) existem no centro de Borba, para a maior conveniência.